Inteligência Artificial

A compreensão da linguagem natural

A compreensão da linguagem natural é um dos subcampos mais importantes da Inteligência Artificial (IA). Ela se baseia em ideias da filosofia e da linguística, bem como em técnicas de representação do conhecimento lógico e probabilístico e de raciocínio. Diferentemente de outras áreas da IA, a compreensão da linguagem natural exige uma investigação do comportamento humano real.

Segundo Chomsky (2006), cada linguagem pode conter uma particular relação entre som e significado e acrescenta que numa linha mais tradicional, os métodos mais propícios para análise linguística eram a segmentação e a classificação, conforme pregava Saussure. Porém, para Chomsky a linguagem é a somatória de palavras e frases no qual cada pessoa pode expressar seu pensamento, por isso acredita que a abordagem mais propícia para os estudos sobre os problemas da linguagem e da mente é o sistema de ideias desenvolvido como parte de uma psicologia racionalista.

Para o autor, o conhecimento de uma linguagem envolve a habilidade de acessar estruturas profundas e de superfície em uma infinita gama de sentenças para relacioná-las apropriadamente e gerar uma interpretação fonética e semântica.

Em IA as principais abordagens utilizadas são:

 

1) Gramáticas de Estrutura Frasal

Em 1957 Chomsky descreveu quatro classes de formalismos gramaticais que diferem apenas na forma das regras de reescrita. Sendo elas:

  • as gramáticas recursivamente enumeráveis. Segundo Russell e Norvig (2013), elas são equivalentes a máquinas de Turing em seu poder de expressão;
  • as gramáticas sensíveis ao contexto.
  • as gramáticas livres de contexto, que em IA pode ser entendido como gramática livre de contexto probabilística.
  • as gramáticas regulares que formam a classe mais restrita.

2) Análise Sintática

A Análise Sintática é o processo de analisar uma cadeia de palavras para descobrir sua estrutura frasal, de acordo com com as regras de uma gramática.

 

3) Gramáticas Aumentadas e Interpretação Semântica

Em IA estão relacionadas com as gramáticas livres de contexto.

 

4) Tradução Automática

A Tradução Automática é a tradução de uma língua natural (a fonte) para outra (o destino).

 

A solução de Chatbot da Tirrell permite várias possibilidades de aplicação no dia-a-dia no contexto empresarial. Para modelar a melhor experiência, nossos consultores de TI analisam a situação e propõem a melhor opção para o cliente.

 

 

Referências:

CHOMSKY, N. Language and Mind. 3ª ed. New York: Cambridge University Press, 2006.

RUSSELL, S.; NORVIG, P. Inteligência Artificial. 3ª ed. São Paulo: Elsevier, 2013.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *